TROPIC OF C: Porque Candice decidiu lançar sua marca de biquínis sustentável
27.09.2019

Depois de apenas um ano de existência, a Tropic of C está prestes a lançar a sua quinta coleção. Idealizada e criada pela própria Candice, a marca é uma marca de biquínis sustentável, tendo a maioria de suas peças feitas com tecidos recicladas. Como esperado, a marca se tornou um sucesso, e é possível ver mulheres ao redor de todo mundo usando peças da marca.

As vésperas do lançamento da coleção de Resort 20, Candice sua sócia Daniela Manfredi concederão uma entrevista para a conceituada revista Forbes, onde falaram sobre o surgimento da marca e a inspiração por trás. Confira abaixo a entrevista traduzida:

Você provavelmente reconhece Candice Swanepoel por suas aparições na passarela como uma Angel da Victoria’s Secret, além de vários editoriais de revistas de moda e seu trabalho com muitas das principais marcas de moda do mundo, incluindo Givenchy, Fendi, Versace e Chanel. De fato, Swanepoel não é uma estranha à Forbes: a nativa da África do Sul foi incluída na lista da Forbes de “As modelos mais bem pagas do mundo” várias vezes.

Hoje, porém, a mãe de dois filhos está se destacando como co-fundadora da marca eco-lifestyle de biquínis Tropic of C. Com valores essenciais como sustentabilidade, empoderamento, comunidade e qualidade, orientando as decisões estratégicas e de design da marca, Tropic of C está fazendo todas as ondas certas.

Depois de anos trabalhando na frente das câmeras como uma das principais modelos da Victoria’s Secret, Swanepoel decidiu seguir suas paixões empreendedoras ao lançar sua própria marca de trajes de banho. Ela uniu forças com Daniela Manfredi, cuja extensa carreira em moda e design inclui mais de oito anos como vice-presidente sênior e diretora criativa da Victoria’s Secret.

“Começou como uma saída criativa”, explica Swanepoel. “Adoro fotografia, imagens e beleza em geral. Eu estava trabalhando e fotografando por tantos anos e, como forma de manter minha mente trabalhando durante as sessões de fotos, eu analisava o produto”.

Quando Swanepoel finalmente fez uma pausa na carreira quando se tornou uma nova mãe – ela trabalha como modelo desde os 15 anos, quando foi descoberta em um mercado de pulgas da África do Sul -, percebeu que criar sua própria marca de trajes de banho era o caminho para cumprir o sonho dela.

Lançada em fevereiro de 2018, a marca principalmente direta ao consumidor está disponível internacionalmente, e também foi destaque em varejistas eletrônicos como Goop, Moda Operandi e Olivela. A Tropic of C também terá uma presença no IRL quando for lançada no Reino Unido como parte da ativação “Swim Hut” da Selfridges no final de outubro, adicionando à sua lista de atacadistas globais de luxo como Holt Renfrew no Canadá e Factory 52 em Tel Aviv, Israel.

A Tropic of C mantém-se firme em seu posicionamento de sustentabilidade, impacto e design centrado na moda que destacam a poderosa feminilidade das mulheres.

“A sustentabilidade é uma parte essencial do meu estilo de vida. Eu acho que vindo da África e crescendo com um nível tão forte da natureza, é onde eu me inspiro”, explica Swanepoel. Sua vida passada na praia e cercada pela natureza influenciou os tons ricos e terrosos das coleções da Tropic of C.

“Ao mesmo tempo, a Victoria’s Secret [temporariamente] interrompeu a categoria de trajes de banho, então imaginei: este é o meu momento de me manter ocupada durante a gravidez, mas também de realizar meu sonho. Mas a parte mais difícil foi começar! Eu não sabia nada sobre o que é preciso para construir um negócio ou sobre o processo de fabricação, então comecei a ter muitas reuniões, e foi assim que me conectei a Daniela.”

(Manfredi trabalhou bem próxima de tecidos, têxteis e design desde os seus dias na Victoria’s Secret.)

Swanepoel continua: “Eu já havia sonhado com o espírito da marca e como eu queria que ela fosse, e então colaboramos e ela nasceu. É como meu terceiro bebê!”

Enquanto sua forte conexão com a natureza sempre esteve presente, Swanepoel sentiu um desejo ainda mais forte em direção ao minimalismo e a necessidade de sustentabilidade quando se tornou mãe. Como resultado, todas as decisões tomadas por Swanepoel e Manfredi são intencionais e orientadas para o propósito, desde os tecidos dos trajes de banho até as embalagens.

Manfredi explica: “Para nós, começa com o tecido. Pesquisamos e incorporamos continuamente desenvolvimentos têxteis sustentáveis em nossas coleções. Ao priorizar materiais e métodos reciclados que reduzem a água e a energia, somos capazes de diminuir nossa pegada ambiental”. Como resultado, a Manfredi e a Swanepoel fornecem materiais renováveis, biodegradáveis ou diminuem o consumo de água e energia.

Portanto, todos os pequenos detalhes são considerados, como as etiquetas de tecido com a marca dentro de cada peça de vestuário que são feitas de poliéster reciclado e o revestimento de higiene que é completamente compostável e apresenta um bioplástico derivado da polpa das árvores – todos os detalhes que fazem uma grande diferença.

A maioria dos estilos do Tropic of C é produzida com tecidos regenerados que proporcionam boa resistência e elasticidade, além de tecidos reciclados que dão uma segunda vida aos resíduos descartados. O Econyl, por exemplo, é fabricado com materiais 100% reciclados, como redes de pesca, pedaços de tecido e plásticos industriais resgatados de aterros e oceanos em todo o mundo. Repreve é uma fibra de poliéster de alto desempenho feita inteiramente de garrafas plásticas recicladas; além de sua sustentabilidade, o tecido possui propriedades herdadas, como absorção, regulação térmica e suporte almofadado, aumentando em uma qualidade suprema os trajes de banho.

O envio também é uma etapa importante que chama a atenção: o pacote de envio direto eco-amigável da Tropic ofc C é 100% compostável e fabricado com polímeros e materiais vegetais de base biológica, o que significa que é uma alternativa mais durável e sustentável do que os pacotes de envio de plastico.

Também dirigida pela comunidade, Swanepoel se juntou a Selma Hayek e Annie Lennox como embaixadora da Mothers2Mothers (M2M), uma ONG sediada na Cidade do Cabo, na África do Sul, que trabalha em oito países africanos.

“A maternidade e a África do Sul são duas das minhas paixões, portanto, servir como patrocinadora do M2M é uma combinação perfeita para mim”, compartilha Swanepoel. Em homenagem ao Dia das Mães neste ano, a Swanepoel comprometeu uma parte das vendas da Tropic of C para as Mothers2Mothers.

O principal valor do empoderamento também vem do compromisso da Tropic of C de preservar o trabalho e o artesanato de artesãos locais, encomendando acessórios de grupos de artesãos majoritariamente femininos na América do Sul e vendendo os produtos em seu site. “Nosso objetivo é criar peças bonitas e únicas que comemorem suas técnicas tradicionais e o uso de materiais locais”, explica Manfredi.

Também digno de se notar: o elemento de empoderamento se estende aos desenhos e silhuetas dos trajes de banho da Tropic of C. Graças aos olhos afiados de Swanepoel pela fotografia, as imagens de campanha da Tropic of C estão muito no olhar feminino, com a essência da força e sensualidade de uma mulher guiando o caminho.

“É sobre a maneira como o produto faz você se sentir quando está o vestindo”, explica Swanepoel. “Sou inspirada pelo conceito de ‘poderosa feminilidade’ – sou gentil e falo muito suave e calma, mas também sou bastante poderosa, forte, de pele grossa e resiliente. Eu venho de uma fazenda no meio do nada, passei por muito para estar onde estou. Mas também acho que minha visão da beleza é quando as pessoas abraçam ser feminina e suave. Então você vê isso nos desenhos, nos ombros, na cintura, nos cortes altos dos ternos. Há uma dicotomia no termo “poderosa feminilidade” que tem uma complexidade. “

Quanto às características mais críticas que ajudam a Swanepoel a ter sucesso como empreendedora?

“Confie em sua visão, totalmente. Não comprometa isso e permaneça consistente com ela. E tenha uma visão muito clara. Seja trabalhadora e esteja disposta a fazer qualquer trabalho que você precise fazer em sua empresa. Vindo da África do Sul, aprendemos que o trabalho duro é importante. Trabalho desde os 15 anos e talvez seja um pouco viciado em dirigir [o negócio] “.

Apesar de tudo isso, Swanepoel está comprometida em criar um tempo de qualidade com seus dois filhos pequenos.

“É preciso organização e gerenciamento de tempo, mas é muito importante para mim passar muito tempo com meus filhos, principalmente porque são bebês. Moro ao virar da esquina do meu escritório e divido meu tempo de acordo entre trabalhar a partir daí, estar com meus filhos e modelar também. Isso ode ser feito.”

Fonte | Tradução e Adaptação: Candice Swanepoel Brasil.